Servidor da Idaron é afastado por suspeita de falsidade ideológica em RO

Servidor é suspeito de integrar esquema criminoso. Foram cumpridos mandados em Rondônia e Mato Grosso.

Um servidor da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron) foi afastado do cargo durante uma operação contra um grupo criminoso suspeito de falsidade ideológica e inserção de dados falsos em sistema de informações da Idaron.

A operação Ápis foi deflagrada pela Polícia Civil na terça-feira (12) para o cumprimento de medidas cautelares de busca e apreensão no Vale do Paraíso (RO) e Rondolândia (MT).

O grupo criminoso é suspeito de utilizar documentos falsos para inserir informações também falsas no sistema da Idaron com o objetivo de indicar uma quantidade de gado diferente da que realmente deveria ser declarada.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O servidor afastado é suspeito de envolvimento direto nos crimes. Além do afastamento, foram apreendidos documentos, aparelhos eletrônicos e outros objetos que podem auxiliar nas investigações.

O g1 entrou em contato com a Idaron, mas não obteve retorno até a última atualização desta matéria.