Nova vacina chinesa é 78% eficaz contra variante delta, diz fabricante

O anúncio foi feito depois de realizada a 1ª análise de resultados da última fase de testes clínicos

A farmacêutica chinesa Chongqing Zhifei Biological Products anunciou que a sua vacina de 3 doses contra a covid-19, a ZF2001, tem 82% de eficácia geral. Segundo o laboratório, o imunizante é cerca de 92% eficaz contra a variante alfa e 78% contra a delta. Em casos graves e fatais, a vacina registrou 100% de eficácia.

O anúncio foi feito depois de realizada a 1ª análise de resultados da última fase de testes clínicos. Os dados ainda não foram revisados por pares, nem publicados.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Banner ALE Poder 3 - 970

O jornal South China Morning Post reportou, na 6ª feira (27.ago.2021), que os testes foram feitos em China, Equador, Indonésia, Paquistão e Uzbequistão. A fase 3, que é a última antes do pedido de aprovação, contou com a participação de 28.500 adultos, sendo que 221 deles pegaram covid-19.

O intervalo entre as 3 doses da ZF2001 é de um mês entre cada uma delas.

Em março, China e Uzbequistão aprovaram o uso emergencial do imunizante, mesmo em fase de testes. No começo de agosto, a vacina foi submetida à aprovação da OMS (Organização Mundial Saúde), mas ainda não foi analisada.

O imunizante é fruto de uma parceria entre a Anhui Zhifei Longcom Biopharmaceutical, subsidiária da Chongqing Zhifei Biological Products, com o Instituto de Microbiologia da Academia Chinesa de Ciências.

Atualmente, a China aplica 7 diferentes imunizantes contra a covid-19 e esse é o único que utiliza tecnologia recombinante, a mesma das vacinas da AstraZeneca administradas no Brasil.