Covid-19: Leitos de UTI alcançam 100% de ocupação na rede pública em Porto Velho

Leitos clínicos também estão perto da ocupação máxima. Da macrorregião I, apenas Ariquemes tem vagas em UTIs.

As unidades públicas de saúde de Porto Velho estão com a lotação máxima dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes com Covid-19 nesta sexta-feira (22). Ainda há leitos clínicos disponíveis, mas a ocupação está próxima dos 80%.

A capital rondoniense vem apresentando um aumento no número de casos de Covid-19 neste início de ano, e consequentemente de internações. Até a última quinta-feira (21) a cidade tinha 46.724 casos diagnosticados da doença, sendo 9.107 ativos, e 1.012 mortes.

Segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), os leitos de UTI da rede pública da cidade chegaram a 100% de lotação, com 136 pessoas internadas.

Leitos de UTI utilizados em cada unidade de saúde:

  • Assistência Médica Intensiva – AMI – 35
  • Samar – 33
  • Hospital de Campanha – 27
  • Hospital de Campanha Zona Leste – 18
  • Cemetron – 18
  • Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro – HB – 5

Macrorregião I

Porto Velho é polo de atendimento da Covid-19 para pacientes de 18 municípios da região norte do estado e de algumas cidades do sul do Amazonas.

De toda a macrorregião, apenas Ariquemes ainda tem leitos de UTI disponíveis, com cinco vagas no Centro de Afecções Respiratórias.