Polícia Militar flagra outras duas festas em Ariquemes e Monte Negro, RO

Um grupo de pessoas tomando tereré na madrugada da segunda-feira (29) também foi dispersado. Ariquemes registra mais de mil casos de Covid-19 e 20 mortes.

Entre a tarde e a noite do domingo (28) outras duas festas com aglomeração de pessoas foram flagradas nas cidades de Monte Negro (RO) e Ariquemes (RO), no Vale do Jamari. Um grupo de jovens tomando tereré na madrugada da segunda-feira (29) também foi dispersado pela polícia.

A realização de qualquer tipo de reunião com mais de cinco pessoas está proibida no estado devido a pandemia do novo coronavírus.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
COVID 970x250

Segundo o registro policial, uma denúncia anônima informou aos policiais militares que um evento com aglomeração de pessoas estava sendo realizado no Travessão Santa Helena, área rural de Monte Negro. De acordo com o denunciante, cerca de 100 pessoas estariam no local.

Ao chegar no endereço informado, os policiais encontraram vários carros estacionados e cerca de 20 pessoas no local. Três homens com idades entre 25 e 29 anos foram identificados como organizadores do evento. Os demais participantes foram orientados sobre a proibição de realização de festas e foram liberados.

Em Ariquemes, no bairro Monte Cristo, os policiais flagraram uma festa de criança sendo realizada com a participação de cerca de 20 pessoas, sendo a maioria menor de idade. O pai da criança e organizador da festa foi autuado e as pessoas foram dispersadas do local.

Ainda em Ariquemes, já na madrugada desta segunda-feira (29), um grupo de sete pessoas, sendo duas menores de idade, foram flagradas consumindo tereré e utilizando narguilé em uma residência no Setor 2. Cinco pessoas foram autuadas e a aglomeração foi dispersada.

Segundo a última atualização da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), até o domingo (28) Monte Negro tinha 54 casos confirmados do novo coronavírus e uma morte. Enquanto Ariquemes é a segunda cidade com maior número de registros de Covid-19 no estado, com 1.195 casos e 20 mortes.