Alemanha registra 14.432 novos casos de Covid e mais 500 mortes

Desde o início da pandemia, a Covid-19 fez 22.475 vítimas mortais no país.

De acordo com os dados atualizados nesta terça-feira pelo Instituto Robert Koch, nas últimas 24 horas, a Alemanha registrou 14.432 novos casos de infecção e mais 500 óbitos.

Desde o início da pandemia,1.351.510 pessoas testaram positivo ao novo coronavírus, das quais 22.475 morreram.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Cerca de 1.003.300 pessoas já se recuperaram da doença, enquanto o número de casos ativosé agora de 325.700, de acordo os dados doRKI.

O máximo de novasinfecçõese mortes diárias foi atingido na sexta-feira, com 29.875 positivos e 598 mortes.

Em toda a Alemanha, a incidência acumulada nos últimos sete dias é de 173,7 casos por 100.000 habitantes e as novasinfecçõessubiram para 144.485 na última semana.

Na segunda-feira, o número de pacientes comCovid-19 em unidades de cuidados intensivos subiu para 4.670, dos quais 2.668 (57%) estão a receber respiração assistida, segundo dados da Associação Interdisciplinar Alemã de Cuidados Intensivos e Medicina de Emergência (DIVI).

Ofatorde reprodução (R) – que considera asinfecçõesem um intervalo de sete dias em comparação com os sete anteriores – é de 1,06, tal significa que cada 100 contagiados pelo vírusinfectamem média outras 106 pessoas.

ORKIdestacou no seu levantamento diário que modificou a sua estimativa de risco para a saúde da população da Alemanha como um todo, descrevendo-o como “muito elevado”.

Na quarta-feira, entrará em vigor um “confinamentorigoroso” acordado no domingo entre o Governo Federal alemão e os 16 Estados federados, que vai durar até ao próximo dia 10 dejaneiro.

As medidas restritivas incluem o encerramento do comércio não essencial e escolas, endurecendo as disposições de contenção contra o novo coronavírus implementadas no início de novembro, quando foram encerradossetoresdo lazer, desporto, cultura e restauração.

O limite de cinco pessoas de dois domicílios diferentes é mantido em reuniões privadas – que não inclui os menores de 14 anos – e no Natal, entre 24 e 26 dedezembro, as reuniões podem ser estendidas para mais quatro pessoas.