França abre 3 investigações de crimes de guerra em conflito da Ucrânia

De acordo com o comunicado da Procuradoria Nacional Antiterrorista, serão alvo de inquéritos eventos ocorridos em Mariupol, Hostomel e Tchernihiv.

A unidade de combate ao terrorismo da França anunciou nesta terça-feira (5) a abertura de três investigações sobre supostos crimes de guerra cometidos contra cidadãos franceses durante o conflito na Ucrânia.

De acordo com o comunicado da Procuradoria Nacional Antiterrorista, serão alvo de inquéritos eventos ocorridos em Mariupol, Hostomel e Tchernihiv.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Banner ALE Sobrevivente - 970

Na definição do Ministério Público francês, crimes de guerra consistem em “ataques deliberados contra a integridade psíquica”, ações contra civis ou “privação deliberada de bens essenciais à sobrevivência.

A Justiça francesa só permite a abertura de investigações fora de seu território caso autor ou vítima dos suposto crime seja cidadão francês ou tenha residência habitual no país.A abertura dos inquéritos ocorre, porém, em meio a uma nova onda de acusações contra a Rússia devido ao cenário de horror em Butcha, onde centenas de cadáveres foram encontrados nas ruas e em valas comuns.