Gustavo Petro, presidente da Colômbia, rompe relações diplomáticas com Israel

Presidente da Colômbia chamou o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, de “genocida” pelos ataques contra os palestinos em Gaza

O presidente da Colômbia, Gustavo Petro, afirmou, na quarta-feira (1º/5), que irá romper relações diplomáticas com Israel em decorrência dos ataques israelenses contra a Faixa de Gaza, que matam milhares de palestinos.

Petro também chamou o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, de genocida. O governo israelense afirmou que a decisão do presidente sul-americano é uma “recompensa” para o grupo Hamas.

“Diante de vocês, o governo da mudança, o presidente informa que amanhã [2/5] serão rompidas as relações diplomáticas com Israel por ter um presidente genocida”, enfatizou Petro durante evento na Praça de Bolívar, em Bogotá, capital do país.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Gustavo Petro declarou que as bombas lançadas por Israel contra o território palestino tem causado a morte de crianças.

“Uma só palavra que reivindica a necessidade da vida, da rebeldia, a bandeira hasteada e a resistência: essa palavra é Gaza, é Palestina, são as crianças e bebês mortos, esquartejados pelas bombas”, enfatizou o presidente da Colômbia.

A declaração do líder sul-americano causou reações entre os políticos de Israel. O ministro das Relações Exteriores israelense, Israel Katz, acusou Petro de “recompensar os assassinos do Hamas”.

“O presidente da Colômbia prometeu premiar os assassinos e violadores de Hamas – e hoje cumpriu sua promessa. A história recordará que Gustavo Petro decidiu colocar-se ao lado dos monstros mais desprezíveis conhecidos pela humanidade, que mataram bebês, assassinaram crianças, violaram mulheres e sequestraram civis inocentes”, escreveu Katz na rede social X, antigo Twitter.

“As relações entre Israel e Colômbia sempre foram cálidas – e nenhum presidente antissemita e cheio de ódio poderiam mudar isso. O Estado de Israel seguirá protegendo seus cidadãos sem medo e sem temor”, completou o ministro das Relações Exteriores de Israel.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here
Captcha verification failed!
CAPTCHA user score failed. Please contact us!