Mãe da vítima mais jovem do ataque de Manchester descobre que perdeu a filha após sair do coma

Saffie Rose Roussos, de 8 anos, morreu em ataque após show da cantora americana Ariana Grande, em Manchester, no Reino Unido (Foto: Associated Press)

Mãe de Saffie Roussos, Lisa foi internada em estado grave, mas não corre mais risco de vida e respira sem ajuda de aparelhos.

Mãe da vítima mais jovem do atentado de Manchester, Lisa Roussos ficou sabendo da morte da filha nesta semana, após sair do coma, sete dias depois do ataque.

Saffie Roussos, de apenas oito anos, havia ido ao show da cantora americana Ariana Grande com a mãe e com a irmã mais velha, Ashlee Bromwich. Durante a saída do show, uma explosão causada por um homem-bomba deixou 22 mortos e 116 feridos.

A notícia da melhora de Lisa foi informada em um grupo no Facebook, chamado Leyland Memories. “Ela está acordada e saiu de uma cirurgia. Está falando e plenamente consciente da situação”, afirmou Mike Swanny, identificado pela BBC como um amigo da família.

Ainda de acordo com o seu relato, a mulher e sua filha mais velha não correm mais risco de vida. Segundo a mídia inglesa, Lisa foi internada em condição crítica, e chegou a respirar com o auxílio de aparelhos.

“Eu espero que essa notícia possa fazer todos sorrirem, pois é a melhor novidade desde que passamos por essa tragédia”, finalizou Swanny, sobre a melhora no estado de saúde da mulher.

Saffie foi descrita como uma menina calma e bondosa. Diretor da Tarleton Community Primary School, onde a criança estudava, Chris Upton disse: “Saffie era simplesmente uma linda menina em todos os aspectos da palavra. Ela era amada por todos e seu calor e bondade serão lembrados com carinho”.

Fonte: G1