Pai, filho e amigo são mortos em chacina em União Bandeirantes

Três suspeitos foram presos pela Polícia Militar.

Um homem de 41 anos o filho de 17 anos, e um amigo também de 17 anos, foram mortos a tiros na noite de quarta-feira (10) em uma residência, localizada na Avenida 14 de Julho, no distrito de União Bandeirantes, em Porto Velho. Os suspeitos, E.C. S., G. M. S., e R. A. S., foram presos pela Polícia Militar.

A Polícia foi acionada por populares, informando que na residência haviam três pessoas baleadas.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Banner ALE 970x250

Rapidamente, os militares foram até o local, e constataram que as vítimas estavam sem sinais vitais. Uma equipe médica foi acionada e confirmou as mortes.

Uma criança de 12 anos, que conseguiu escapar da morte juntamente com outras três pessoas, relatou aos policiais que momentos antes do crime seis pessoas estavam na casa ingerindo bebida alcoólica e jogando baralho.

Em um determinado momento, três homens armados invadiram a casa e ordenaram que todos deitassem no chão. Com medo de morrer, o fiho G. de 17 anos, implorou perdão dos assassinos, mas foi o primeiro a ser executado com nove disparos que atingiram a cabeça, tórax e braço.

Logo em seguida, os criminosos executaram o pai G. e o amigo J. com tiros na cabeça. Após a execução, o trio fugiu.

Durante a apuração, os policiais militares receberam informações de que havia três homens em atitudes suspeita em um prostíbulo na região.

No endereço, foi feita uma revista e em um dos quartos ocupados por um dos suspeitos os policiais encontraram dois revólveres calibre 38, com munições deflagradas e uma pistola municiada.

Os três receberam voz de prisão, e foram encaminhados para a Central de Flagrantes de Porto Velho, onde ficaram à disposição da justiça. A Polícia Civil seguirá com as investigações.