Polícia localiza corpo de jovem que estava desaparecido dentro de poço

A vítima estava desaparecido desde o dia 09 de novembro e a família começou a divulgar seu desaparecimento nas redes sociais.

Agentes da 2ª Delegacia Especializada em Repressão a Crimes Contra a Vida (DERCCV) prenderam na tarde de segunda-feira (20), o apenado monitorado por tornozeleira eletrônica Carlos , 22, acusado de torturar, matar degolado e ocultar  em um poço o corpo do jovem Felipe , 20.

De acordo com informações policiais  a motivação do crime teria sido por que a vítima teria mandado uma solicitação de amizade para a namorada do suspeito, o mesmo havia se passado pela namorada e marcado um encontro com a vítima, ao chegar foi rendida com uma arma de brinquedo, sendo amarrado e torturado com chutes e socos e degolado,  o suspeito teria atravessado a rua da casa e entrado no quintal baldio ocultando assim o cadáver dentro do poço.

A equipe da delegacia de homicídios intensificaram os trabalhos de investigação e conseguiram chegar até a jovem que confirmou o homicídio informando inclusive onde o  corpo poderia está. Os policiais realizaram buscas e conseguiram prender o suspeito, agentes da polícia civil  foram até o poço e sentiram o forte odor, a Polícia Militar foi acionada para dá apoio e uma equipe de resgate do Corpo de Bombeiros para retirar o corpo da vítima.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

 Após quase uma hora o corpo do jovem foi retirado do poço e liberado para a perícia realizar os trabalhos de praxe.

O suspeito foi levado para a delegacia onde seria interrogado pelo delegado responsável pelas investigações.