Presidente da Câmara da Capital fala sobre implementação do piso para educadores

Edwilson Negreiros, do PSB, comemorou a aprovação dessas demandas e gravou um vídeo explicando os desenlaces da sessão

Em sessão extraordinária desenvolvida na Câmara Municipal de Porto Velho os vereadores aprovaram demandas do Executivo e consolidaram a implementação do piso salarial para educadores em sala de aula.

Isto, conforme deliberação do Tribunal de Contas (TCE/RO).  Isso faz com que a Capital rondoniense seja uma das primeiras a se perfilar com as diretrizes impostas por lei federal.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Banner ALE Sobrevivente - 970

Além deste feito, os edis, em conformidade com a gestão do prefeito Hildon Chaves, do PSDB, também convalidaram:

01) Reajuste de 10,06% no salário-base dos servidores municipais;
02) Reestabelecimento de 10% para servidores em comissão (cortados durante a pandemia);
03) Aumento do auxílio-alimentação; e
04) Reajuste de 60 para 80% do servidores estatutários com cargo em comissão.

Edwilson Negreiros, do PSB, presidente da Casa de Leis municipal, comemorou:

“É uma vitória para os funcionários públicos com aval integral dos Poderes Executivo e Legislativo. Tanto prefeito quanto todos os vereadores entenderam a necessidade de valorizar essas profissionais”, anotou.

Negreiros relembrou o período mais alarmante do Coronavírus (COVID-19/SARS-CoV-2) e seus reflexos negativos na economia:

“Tudo influenciou para que os cintos fossem apartados no auge da doença. Porém, passa a “turbulência”, embora o perigo do vírus ainda seja real, era nossa obrigação debater e aprovar essas pautas enviadas pelo Executivo a esta Casa. E hoje se faz justiça a esses cidadãos e cidadãos que contribuem todos os dias para o desenvolvimento de Porto Velho”, concluiu.

ASSISTA AO VÍDEO: