6° drive-thru da vacinação contra covid-19 é realizada com sucesso

Evento demonstra a preocupação da Prefeitura em acelerar o cronograma de imunização

A noite de sexta-feira (16) foi marcada pela sexta edição do drive-thru de vacinação contra a Covid-19 realizada pela Prefeitura de Porto Velho, na sede do Poder Executivo Municipal, o Prédio do Relógio, para o público acima de 35 anos. A ação tem acelerado a imunização na capital.

Prefeito esteve presente na ação e conversou com a população

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Banner1 ALE 970x250

Prefeito esteve presente na ação e conversou com a população

Segundo o prefeito Hildon Chaves, a estratégia será permanente até que o cronograma de vacinação seja concluído: “Está sendo um sucesso absoluto, então nós substituímos aquele drive-thru que estava acontecendo aos sábados à tarde pelo período da noite, nas sextas, até mesmo pelo conforto por causa do sol e calor. A nossa intenção é preservar de forma mais efetiva a saúde e a vida das pessoas da nossa cidade”, afirmou o prefeito, que também esteve acompanhado do vice-prefeito, Maurício Carvalho.

Para o sucesso da vacinação, além dos profissionais da Secretaria Municipal da Saúde (Semusa), são necessários voluntários para ajudar na organização do evento.

Nesta sexta, entre os voluntários, estava a primeira-dama do município, Ieda Chaves. Dentista por formação, ela ajudou na aplicação das doses entre as pessoas que aguardavam na fila de pedestres, que também foram atendidas na ação.

VACINA CONTRA A FOME

Ieda, que tem coordenado a campanha “Vacina Contra a Fome”, reforçou o pedido para que as pessoas façam a doação de alimento não perecível nos pontos de vacinação.

Primeira-dama foi voluntária na aplicação das vacinas

Primeira-dama foi voluntária na aplicação das vacinas

Todas as edições são especiais, a cada drive a gente consegue mais voluntários, mais pessoas aparecem para ajudar, pois acreditam no projeto e sabem que a única forma de voltarmos a uma vida normal é vacinando. Nós estamos, também, fazendo a campanha da Vacina Contra a Fome, então quem puder trazer um quilo de alimento não perecível é muito bem-vindo, tem muitas famílias passando dificuldade até mesmo pelo tempo de pandemia, então quem puder colaborar, a gente agradece”.
DRIVE NOTURNO
Foi a facilidade em se vacinar fora do horário de expediente que levou Jussara da Silva, de 35 anos, para a fila. “Pra mim é bom né, devido ao meu trabalho de dia, não dá. É uma questão de esperança, não só pra mim, mas para a nação. Eu estava aguardando e hoje chegou minha vez”, disse ela.
Raimundo Nonato da Silva aprovou o drive-thru noturno