Após carta de Bolsonaro, ministro da Justiça tem reunião de quatro horas com Moraes

O encontro de Torres e Moraes passou de quatro horas de duração

O ministro da Justiça, Anderson Torres, se reuniu na sexta-feira (10) com o ministro do STF Alexandre de Moraes, um dia após a publicação da carta do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) recuando dos ataques feitos ao magistrado e à Suprema Corte no dia 7 de setembro. As informações são da colunista Bela Megale, do jornal O Globo.

O encontro de Torres e Moraes passou de quatro horas de duração, e aconteceu na casa do magistrado, em São Paulo. Segundo a colunista, o chefe da pasta da Justiça saiu otimista da conversa, e a descreveu como “cordial e respeitosa”.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Banner ALE Poder 3 - 970

O ministro teria dito a interlocutores que o futuro das relações entre os poderes será “o melhor possível”. Ainda de acordo com a jornalista, o encontro teria sido uma iniciativa do ministro da Justiça com o aval de Bolsonaro.

Antes do encontro com Moraes, Torres também tentou apaziguar os ânimos na relação do governo com a Febraban (Federação Brasileira de Bancos), ao participar de um almoço com a cúpula da entidade, que entrou em conflito com bancos públicos por conta de um manifesto em defesa da democracia.