Terapeutas defendem inusitado método de expor as partes íntimas em banho de sol

Meagan tomando banho de sol íntimo na Califórnia Foto: Reprodução/Instagram(metaphysicalmeagan)

Tomar banho de sol, moderadamente, faz bem à saúde, de acordo com pesquisas médicas. A exposição melhora o sistema imunológico e a absorção do cálcio no organismo. Porém uma nova corrente está ampliando os benefícios dos raios solares de uma forma inusitada. O método consiste em expor as partes íntimas ao sol. Os defensores da técnica afirmam que ela dá mais energia, aumenta a libido, melhora o ritmo circadiano (que regula todo o funcionamento do corpo humano) e ajuda a ter uma boa noite de sono. Uma das adeptas é Meagan, da Califórnia (EUA).

“Dá mais energia do que xícaras de café. Não apelo mais ao café para dar partida ao meu dia. Estou tirando a energia de que preciso do sol. Estou dormindo melhor e precisando dormir menos”, disse ela em reportagem do “Sun”.

Recentemente, uma foto de Meagan deitada de pernas abertas para o sol, em cima de uma pedra, viralizou na internet. O ponto vital, diz a americana, que se define como terapeuta, é o períneo (parte entre o ânus e a vagina). Cinco minutos de banho de sol no local fornecem energia para horas de atividade física. Protetor solar é dispensável.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

“O objetivo não é bronzear. Protetor não é exigido. O principal conselho é não passar de cinco minutos de exposição ao sol”, disse Meagan, de acordo com o “Sun”.

A técnica, segundo Meagan, teria se originado de uma antiga prática taoísta em Cingapura. O número de adeptos está crescendo. O influenciador digital e terapeuta holístico Troy Casey, de Venice (Califórnia, EUA), contou aos seus mais de 40 mil seguidores que adota o banho de sol íntimo sempre que o clima ajuda.

Ra of Earth, naturista e também terapeuta holístico, recentemente viralizou ao mostrar em vídeo postado no Instagram três seguidores tomando banho de sol nas partes íntimas.

Já Stephen T. Chang, escritor e especialista em medicina oriental, afirma que a prática, entre outros benefícios, livra a genitália de germes.

Não há qualquer comprovação científica que sustente o método.

Terapeutas defendem inusitado método de expor as partes íntimas em banho de sol