Cavalgada tem briga generalizada e mulher presa por furar segurança

O trabalhador foi socorrido às pressas ao Hospital e Pronto Socorro João Paulo II, em Porto Velho.

Uma mulher de 25 anos, identificada como Adriane, foi presa por policiais militares suspeita de ter furado, usando um canivete, um segurança durante a festa do trabalhador, ocorrida no município de Candeias do Jamari, no domingo (1).

De acordo com o Boletim de Ocorrência Policial (BOP), os seguranças estavam tentando acalmar os ânimos em uma briga generalizada e, para dispersar a multidão, jogaram spray de pimenta. Adriane relatou que tal spray atingiu os olhos de uma criança.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Banner ALE Sobrevivente - 970

Ela então foi reclamar com os seguranças, mas acabou atingida pelo spray em seus olhos. Revoltada, Adriane utilizou o canivete para furar o segurança pelas costas, na altura do pulmão. O trabalhador foi socorrido às pressas e encaminhado ao posto de saúde local, mas precisou ser transferido ao Hospital e Pronto Socorro João Paulo II, em Porto Velho.

Adriane foi detida imediatamente e recebeu voz de prisão de policiais militares, sendo encaminhada ao Departamento de Flagrantes (Deflag), na capital.