Família é internada com paralisia muscular após tomar café e hospital suspeita de botulismo em RO

Quatro pessoas da mesma família passaram mal após tomaram lanche em Ji-Paraná. Um dos pacientes mexe apenas os olhos, segundo médico.

Uma família foi internada no Hospital Municipal de Ji-Paraná (RO) após apresentar suspeita de botulismo. Segundo a direção da unidade, quatro pessoas da mesma casa tiveram paralisia muscular após tomarem café em uma lanchonete da cidade, no fim da tarde de quinta-feira (30).

 

Depois de passarem bastante mal, os moradores foram levados até a unidade de saúde na noite de quinta-feira.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Banner ALE Poder 3 - 970

“Existe essa suspeita de contaminação de botulismo, mas outras hipóteses são investigadas. Os quatro parentes ingeriram a mesma substância em um estabelecimento. Eles deram entrada ontem no hospital e um deles, o que tomou a maior quantidade, é o que está mais grave. Mas nenhum deles foi intubado”, disse o médico Hendriw Ribeiro em entrevista ao Jornal de Rondônia 1ª Edição, nesta sexta-feira (1°).

Ainda de acordo com o médico do hospital municipal, um dos familiares está com paralisia geral do corpo e, por isso, foi transferido de Ji-Paraná para o Cemetron em Porto Velho. Os outros três têm paralisia parcial do corpo.

“O paciente que ingeriu a maior quantidade de líquido está sem movimento nenhum, somente mexe os olhos. Como nós não somos um centro de referência em toxilogia, nós temos que transferir o paciente o mais rápido possível”, diz o médico Hendriw.

Ainda na noite de quinta-feira, os quatro familiares internados receberam o soro contra a toxina do botulismo.

O Hospital Municipal informou que, juntamente com a Vigilância de Saúde, está investigando o caso para confirmar se a família foi contaminada pelo botulismo.

“Os quatro familiares para a gente que tomaram uma substância, que seria um café, e eles afirmaram que a bebida estava com gosto estranho. Não se sabe se foi uma contaminação durante o preparo, como foi preparado. Mas estamos estudando se a contaminação foi por outra toxina”, ressaltou o médico.

LEIA TAMBÉM

 

O que é botulismo?

 

O botulismo é um envenenamento raro causado por toxinas produzidas pela bactéria Clostridium botulinum. A toxina botulínica é transmitida principalmente por meio de alimentos mal processados ​​ou com um nível muito baixo de acidez

O botulismo alimentar acontece quando uma pessoa ingere alimento contaminado com a toxina botulínica.

O período de incubação pode variar de 2 horas a 10 dias, com média de 12 a 36 horas. Quanto maior a concentração de toxina no alimento ingerido, menor o período de incubação.

O botulismo pode causar complicações como fraqueza prolongada, mau funcionamento do sistema nervoso e problemas respiratórios agudos.

Os sintomas variam, mas podem incluir dor de cabeça, vertigem, sonolência, dificuldade para respirar, paralisia, dificuldade para engolir, entre outros.

Entre os produtos comumente envolvidos em casos de botulismo, estão as conservas, especialmente as artesanais, como as de palmito e picles; embutidos (salsicha, presunto etc.); pescados defumados, salgados e fermentados, queijos e, mais raramente, produtos enlatados.