Delegado pede prisão preventiva de homem que tentou matar namorado da ex

A prisão foi decretada na manhã de domingo pelo plantão do Poder Judiciário de Vilhena

A Polícia Civil em Vilhena representou ainda na madrugada deste domingo, 09 de janeiro, pela prisão preventiva de Paulo Pinto da Cunha, suspeito de tentar matar o namorado da ex-esposa. Usando uma pistola 9mm, Paulo acertou quatro tiros na vítima, em uma frequentada lanchonete em Vilhena.

De acordo com apuração da Folha do Sul Online, o atirador o autor dos disparos teria espancado garoto de 18 anos e ameaçado de morte a enteada.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Banner ALE Dose Dupla - 970

O Delegado de Polícia Civil Fábio Campos, ainda durante a madrugada, representou pela Prisão Preventiva em face das provas já obtidas e pela fuga do suspeito da cena do crime, sendo nesta manhã a prisão decretada pelo plantão do Poder Judiciário de Vilhena.

A investigação será realizada pela Delegacia de Homicídios de Vilhena. A polícia divulgou a foto do foragido para que a sociedade possa prestar informações de seu paradeiro, através do 197 da Polícia Civil ou 190 da Polícia Militar.