Convenção em Vilhena: Japonês e Maria José defendem união e trabalho

Convenção para escolha de candidatos para eleição suplementar

Eduardo Japonês (PV) e Maria José da Farmácia (PSDB) foram aclamados ontem como candidatos a prefeito e vice de Vilhena, em um grande evento na escola Cristo Rei. Tendo início às 16h, a Convenção foi uma verdadeira festa.

Todos os oradores, de um modo geral, destacaram a importância daquele momento para o futuro de Vilhena, defendendo a união de todas as pessoas de bem por uma nova mentalidade na administração do nosso município. Além das centenas de pessoas que lotaram o pátio da escola, também participaram e fizeram uso da palavra o atual prefeito, seis vereadores e diversas lideranças políticas.

Japonês, após ser recebido calorosamente, chamou duas crianças do bairro que estavam acompanhadas de seus pais. Com a timidez natural de toda criança em eventos de adultos, elas foram e o pré-candidato ajoelhou-se, abraçou-as, e apresentando Yasmin e André Luís aos seus próprios filhos, disse: “Esses aqui são meus filhos, tá? Mas hoje eu quero que vocês saibam que nós somos agora a “Família Vilhena”. Todos os dias que eu sair para trabalhar, estarei pensando em vocês, tudo bem?”

Maria José também pregou a união e a construção de propostas, em vez de críticas. “Enquanto fui vereadora, havia um grande problema de corrupção na Câmara. Um dia, então, dormi sendo 1ª secretária e acordei presidente da casa. Fiz meu mandato com dignidade e transparência. Por isso digo que esta não é uma campanha de promessas, é uma campanha de somatória e união”.

Os vereadores Ronildo Macedo (PV), Samir Ali (PSDB), Rafael Maziero (PSDB), Wilson Tabalipa (PV), França Silva (PV), Pastor Francis (PRB) e o prefeito Adilson de Oliveira (PSDB) lamentaram a onda de ataques que estão sendo realizados pela oposição, incluindo o desrespeito ao voto dos vilhenenses por parte de candidatos que concorrem sem permissão da Justiça, e garantiram que apoiaram a administração passada, mas que, no apagar das luzes, estes fizeram um “desmonte” na Saúde do município. “Só um exemplo – disse o novo prefeito, Adílson – eles deram férias para vários médicos e pessoas importantes no Regional ao mesmo tempo, deixando o Hospital prejudicado. Isso é um absurdo. Temos que trabalhar unidos, por Vilhena”.

O deputado estadual Luizinho Goebel (PV) explicou que foi parceiro da administração passada e destinou recursos para a aquisição de medicamentos como uma primeira atitude após a eleição de 2016. Mas depois foi taxativo quanto ao seu apoio nas eleições do próximo dia 03 de junho: “Eduardo Japonês e Maria José, a dupla que o povo quer. Eu confio no seu trabalho, Japonês. Sei que você não precisaria estar aqui. Alguns precisam da política, mas você já tem uma vida boa, fruto de seu esforço pessoal. Por isso, sei que quer o melhor para Vilhena, pois é onde você construiu sua história”, completou.

Estiveram também na Convenção, declarando apoio a Japonês o ex-deputado estadual Tiziu Jidalias, o ex-secretário de agricultura Evandro Padovani, e os presidentes dos 13 partidos que compõem a coligação “Trabalho, Respeito e Verdade Já!”: PV, PSDB, PP, PT, PR, PRB, PHS, PSC, PSD, PTC, PRP, SD e PSDC.