Governador percorre obras em Porto Velho e reafirma parceria com prefeitura da capital

Governo está revitalizando as ruas do bairro Ronaldo Aragão

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Nesta quarta-feira (15), o governador Confúcio Moura fez uma visita de surpresa ao canteiro de obras que o governo estadual realiza na região do bairro Ronaldo Aragão, em Porto Velho.

O bairro Ronaldo Aragão recebe uma infraestrutura completa que inclui drenagem, meio-fio, sarjetas, calçadas e asfalto. Obras que estão sendo feitas pela Coordenadoria de Ações Urbanísticas (CAU) do Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER).

O governador percorreu vários trechos das obras de seis quilômetros, com um investimento de R$ 3,5 milhões, um orçamento considerado enxuto se comparado à contratação convencional, que poderia onerar os custos das obras em cerca de R$ 2 milhões a mais.

Acompanhado do diretor-geral do DER, Ezequiel Neiva, o governador disse que todo esforço do governo em amparar a população da Capital, com obras e serviços essenciais ao seu desenvolvimento está contemplado no Programa Minha Rua, que prevê sua disseminação por outros bairros da região com a execução de serviços variados e de caráter prioritário para o bem-estar de todos.

Ao lado do prefeito Hildon Chaves, o governador disse que a iniciativa do Governo é de um colaborador da Prefeitura, com a intenção única de melhorar o aspecto urbano de Porto Velho, de modo que seus moradores possam ter orgulho de morar numa cidade bonita e desenvolvida. O prefeito agradeceu ao governador e destacou a parceria como iniciativa fundamental para a realização de um trabalho profícuo.

REFORMA DO FIDOCA

Outra obra visitada pelo governador no mesmo dia em Porto Velho foi a reforma geral do Ginásio Poliesportivo Fidoca, no bairro Agenor de Carvalho, que está recebendo completa e moderna estrutura de telhado, piso, pintura e equipamentos. Segundo o superintendente de Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel), Rodnei Paes, o projeto é concluir os serviços o mais breve possível para inserir o Ginásio no calendário das atividades desportivas da Capital.

ESCOLAS N. S. DO AMPARO E BRASÍLIA

Dali o governador visitou as obras da Escola Nossa Senhora do Amparo, no Jardim das Mangueiras, um projeto com 8 salas de aula, mais administração, biblioteca, laboratórios e quadra coberta para atender cerca de 500 alunos do bairro, que hoje ocupam e estudam nas instalações da Paróquia Nossa Senhora do Amparo, na Avenida Amazonas.

No canteiro da obra, ao lado do secretário-adjunto da Educação, Márcio Felix, e de outras autoridades, Confúcio Moura destacou a grandeza do gesto da paróquia em emprestar suas instalações para atender a comunidade estudantil, e fez um agradecimento especial ao seu responsável, padre Eduardo Fabiano de Souza, pela parceira e apoio ao Governo.

A penúltima parada do governador foi na Escola Brasília, onde está sendo executado o projeto transformador do ensino rondoniense, a “Escola do Novo Tempo”, uma estrutura física moderna, conjugada com meios e recursos humanos e tecnológicos para atender 420 alunos, com ensino integral – com aulas diversificadas, prática e teóricas, das 7h30 às 17h -, e que promete revolucionar a educação rondoniense com um ensino de excelência.

Com 10 salas de aula, laboratórios de informática, ciências, rádio escola e toda estrutura administrativa, de esporte e lazer, a obra que só vai ficar completamente pronta em cerca de um mês, mas já tem uma clientela matriculada de 380 alunos, que nunca passaram pela experiência de estudar numa escola com recursos e metodologia semelhantes, conforme opinião geral. O projeto da Escola do Novo Tempo prevê sua expansão à toda Rede do Ensino Público.

ESPAÇO ALTERNATIVO

Por último, já no final da tarde, o governador Confúcio Moura visitou as obras do Espaço Alternativo, que até final deste ano, no limiar das festas natalinas, será entregue à comunidade de Porto Velho, não só como um espaço de lazer e esporte, mas também como um ambiente turístico capaz de contar a história do Estado, eis que terá uma réplica do Forte Príncipe da Beira, um monumento da história de Rondônia e do Brasil, e ainda, a exposição definitiva de uma das máquinas da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré, a Maria Fumaça, que também conta a história da colonização e da formação social e cultural do povo rondoniense.

Ao se despedir dos operários da obra, e com a elegância que lhe é peculiar, o governador definiu sua tarde de trabalho como muito proveitosa, mostrando-se satisfeito com o andamento dos serviços e o alcance social de cada projeto em execução.

Fonte:SECOM