Operação da Homicídios prende casal acusado de assassinato em Porto Velho

A prisão ocorreu em um residencial localizado na BR-364, proximidades da faculdade Faro, zona sul da capital.

Policiais Civis da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida (DECCV), comandados pela Delegada Leisaloma Carvalho, deram cumprimento nas primeiras horas desta segunda-feira (28), a ordem judicial de mandado de prisão a um casal pelo crime de assassinato em Porto Velho.

A prisão ocorreu em um residencial localizado na BR-364, proximidades da faculdade Faro, zona sul da capital. A Operação foi denominada Insultos, por conta de xingamentos trocados entre as partes antes do crime.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Banner ALE Sobrevivente - 970

A vítima Sidney, 46, anos foi morta no dia 17 de outubro do ano passado com um tiro no coração. O corpo foi encontrado em uma chácara na Rua Goianésia, setor chacareiro do bairro Jardim Santana, zona leste da capital.

De acordo com a Delegada Leisaloma, a motivação do crime foi por conta de um muro não acabado pelo pedreiro.

Os acusados teriam contratado a vítima para fazer a obra, e após receber o valor total do serviço acabou não concluindo, e desde então passaram a trocar insultos através de mensagens de celular.

No dia do assassinato foi encontrado o celular da vítima onde foram encontradas várias mensagens com ameaças de morte feitas pelo casal a vítima.

A prisão temporária será de 30 dias para apuração do inquérito policial, enquanto isso os acusados serão levados para um complexo penitenciário onde aguardarão a decisão da justiça.