SAÚDE – Semusa vai comprar novas ambulâncias para o Samu

Nova gestão assumiu com apenas duas ambulâncias funcionando, quando precisa de pelo menos seis

A prefeitura de Porto Velho deverá adquirir ao menos três novas ambulâncias para o Samu [Serviço de Atendimento Móvel de Urgência], informou nesta quinta-feira [23] Alexandre Porto, secretário municipal de Saúde. A aquisição dos veículos irá renovar e ampliar a frota, assim como melhorar o serviço frente a crescente demanda na área urbana da cidade.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Com a aquisição, a Semusa [Secretaria Municipal de Saúde] ficará com ao menos seis veículos equipados com unidade básica de saúde para a prestação de socorro de urgência, já que atualmente há apenas três em funcionamento, e uma delas, depois de muito tempo parada, foi consertada na atual gestão.

Segundo Porto, as ambulâncias em atividade, além de poucas, têm problemas quanto sua documentação – uma delas, por exemplo, não foi registrada, como deveria, no CNAE [Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde] desde sua aquisição, em 2015. “Era para termos seis ambulâncias, mas três estão praticamente com perda total, o que exige novos investimentos”.

As preocupações da Semusa não param por aí. Sem a regularização cadastral das ambulâncias, o município corre o risco de ficar sem novos recursos para manutenção e investimentos. A convite do deputado federal Expedito Neto, o titular da Semusa tratou da situação das ambulâncias em Brasília, onde participou de reunião do Conselho Nacional de Secretários de Saúde, com representantes de todas as regiões, incluindo capitais.

Sobre as novas aquisições, Porto disse que há a possibilidade de se comprarem até quatro ambulâncias, segundo esforços do prefeito Hildon Chaves para implantar melhorias na saúde pública. “Estamos nos empenhando para adquirir mais uma”, afirmou o secretário.

Fonte: Comdecom