Salah brilha em retorno, Liverpool arrasa checos e se garante nas quartas da Liga Europa

Atalanta e Roma confirmam vaga e o Bayer Leverkusen evitou o vexame com dois gols nos acréscimos e virada sobre o Qarabag.

Mohamed Salah estreou em 2024 com estilo no Liverpool. Recuperado de um problema muscular sentido no primeiro dia do ano quando defendia a seleção egípcia, o astro foi escalado desde o início diante do Sparta Praga e brilhou na humilhante goleada por 6 a 1 em Anfield, com um gol e três assistências, colocando o time inglês nas quartas de final da Liga Europa. Atalanta e Roma confirmam vaga e o Bayer Leverkusen evitou o vexame com dois gols nos acréscimos e virada sobre o Qarabag.

O show de Salah começou logo aos 8 minutos, quando o Liverpool já estava em vantagem no placar, com gol de Darwin Nüñez. O egípcio serviu Clark, que fez 2 a 0. Aos 10 minutos, foi a vez do camisa 11 deixar sua marca e fazer história. O atacante é o primeiro jogador da história a anotar 20 gols em sete temporadas seguidas pelo Liverpool.

O treino de luxo se transformou em goleada aos 25. Nova assistência de Salah e gol de Gakpo. Antes do intervalo, ainda deu tempo de os checos diminuírem o vexame, com Birmancevic descontando aos 42 minutos.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O retorno do descanso veio com novo passe para gol de Salah. Desta vez o egípcio achou Szoboszlai, que bateu no canto alto. Em uma bola mal afastada, Elliott soltou a bomba de fora da área, Gakpo desviou de letra no meio do caminho e celebrou o sexto na partida, superando os 5 a 1 da ida.

Jürgen Klopp descartou a possibilidade de poupar Salah nos minutos finais ao realizar as cinco modificações. Mesmo carente de ritmo de jogo, o astro disputou os 90 minutos, mas mais apagado na reta final. O Liverpool diminuiu o ritmo, e mesmo assim ainda viu Gakpo (teve um gol anulado) e Elliott perderem grandes chances.

BAYER LEVERKUSEN EVITA VEXAME

Com o título do Campeonato Alemão encaminhado, o Leverkusen recebeu o Qarabag com obrigação de ganhar após buscar o 2 a 2 fora de casa com gols nos minutos finais – fez o segundo aos 47. Mas sofreu bastante para evitar o vexame e perder a invencibilidade, agora de 37 jogo, com 32 vitórias. Depois de ficar em desvantagem até o fim, os alemães anotaram duas vezes nos acréscimos e se garantiram com virada e 3 a 2.

A vaga veio de maneira dramática. Mesmo jogando em casa, os alemães foram surpreendidos com começo bom de segundo tempo do time do Azerbaijão, que mais uma vez abriu 2 a 0, desta vez com gols de Zoubir, aos 15, e Juninho, aos 22 minutos. A expulsão de Jafarguliyev deixou o jogo aberto e Frimpong diminuiu aos 27. Após enorme pressão, a virada veio nos acréscimos, com dois gols de Schick, aos 48 e aos 52.

Tranquila após goleada de 4 a 0 no Estádio Olímpico, a Roma visitou o Brighton e, mesmo derrotada por 1 a 0, gol de Welbeck, voltou da Inglaterra com a vaga entre os oito melhores. Depois de empate por 1 a 1 em Portugal, a Atalanta apostou no fator casa para despachar o Sporting. Mesmo saindo em desvantagem, com gol de Pedro Gonçalves aos 33 minutos, buscou a virada após o descanso, com Lookman e Scamacca, e se garantiu com o 2 a 1.