Sede mais complicada da Copa ainda passa por ajustes

Samara ainda precisa ser 'envelopada' pela Fifa

Copa terá início em dois dias, mas ainda há um estádio que precisa de ajustes. Com a obra mais complicada de todas as sedes, a Arena de Samara recebe, dia 17 de junho, Costa Rica e Sérvia, pelo Grupo E, o do Brasil.

Um problema no solo fez com que a obra atrasse e, segundo o GloboEsporte, o estádio ainda precisa receber todo o material da Fifa (como banners e cartazes) que o identifica como uma sede do Mundial.

Além de precisar ser ‘envelopado’, os sistemas de TV e internet também estão sendo instalados.

Com custo de mais de um bilhão de reais, a partida começa 9h da manhã.